LinkedIn – 0s 7 pecados digitais

No dia 29/06/17 escrevi um post no LinkedIn com o seguinte assunto: “Quer se destacar no LinkedIn?” e foi muito bem aceito pelas pessoas.

Post com mais de 1.000 curtidas, 100 comentários e mais de 56.000 visualizações

Esta foi uma das formas que encontrei para contribuir com a rede, pois no dia a dia, pior do que não ser ativo no LinkedIn, é ser ativo da forma incorreta.

Nos comentários do post, o uma pessoa sugeriu que eu escrevesse sobre o que não fazer no LinkedIn.

Então resolvi aceitar a sugestão e escrever este artigo: “Os #7 pecados digitais do LinkedIn”.

Prepare-se:

Pecado #1 – Utilizar o LinkedIn como Tinder

Infelizmente ainda é comum encontrar posts de pessoas comentando que receberam “cantadas” no LinkedIn, está mais do que claro que esta é uma rede social PROFISSIONAL, e que mensagens/comentários desta natureza não tem o menor cabimento;

Pecado #2 – Utilizar o LinkedIn como Facebook

Gatinho faz sucesso! Não aqui, talvez no facebook!

Fiz o um post com um a figura de um gatinho, confesso que pensei que receberia alguns comentários desfavoráveis, mas não, de qualquer forma deu para notar que não foi um sucesso: o post teve apenas 60 curtidas, 10 comentários e pouco mais de 3.000 visualizações;

Pecado #3 -Ser um “Hater”

Não me recordo quando, porém teve uma ocasião que escrevi um post no LinkedIn e recebi alguns comentários, porém teve um que me chamou a atenção, pois a pessoa escreveu absurdos.

Tenho por hábito não responder essas pessoas, ou no máximo agradecer o comentário, nesse caso foi exatamente o que fiz, agradeci.

Porém o comentário foi tão agressivo que resolvi entrar no perfil da pessoa e analisar os seus posts.

Para minha surpresa essa pessoas não postava nada, mas em compensação fazia vários comentários ofensivos em posts distintos. “Baita contribuição, não é mesmo?”;

Pecado #4 -Postar reclamações

Principalmente para quem está em busca de recolocação. Você acha que reclamar do recrutador realmente fará alguma diferença na velocidade de sua recolocação?

Você acha que pelo fato de ter reclamado, o próximo recrutador tratará você diferente?

Recomendo que você pare de reclamar e produza conteúdo de qualidade. Pode ter certeza que o resultado será muito melhor;

Pecado #5 – Utilizar isca digital

“Coloque seu e-mail aqui e receba totalmente grátis a planilha “mega master” que irá resolver todos os seus problemas”.

Se a ação não envolve marketing digital, não seria muito mais fácil a pessoa deixar um link para que qualquer um que tiver interesse baixasse tal planilha?

Ninguém aqui é inocente, todos nós sabemos que oferecer um material em troca de e-mail é uma estratégia de marketing digital, até aqui não tem problema algum, porém o que vejo com frequência são pessoas comentando que colocaram o e-mail e não receberam nada. (sacanagem)

Pecado #6 – Comentar sobre futebol/política

Vamos combinar que aqui ninguém no LinkedIn está interessado qual é o seu time ou se é afiliado a algum partido político, ok?

Porém acho interessante publicar algo que seja maior do que time de futebol ou partido político, por exemplo: Tragédia da Chapecoense ou Impeachment, pois nesses casos os assuntos são de interesse geral da nação;

Pecado #7 – Postar enigmas

Exemplo: “Apenas 5% da população consegue resolver este problema”…Gostaria de saber qual a relevância dessa informação. Em minha opinião é pura perda de tempo. Não tem o que escrever, por favor, não escreva!;

Conclusão:

“Tudo me é permitido”, mas nem tudo convém. – Coríntios 6:12

Não quero parecer o xerife do LinkedIn, longe disso, pois certamente ao longo dos anos já cometi alguns desses erros, porém atualmente sei que eles não agregam em nada para a rede.

Na verdade você pode postar/comentar qualquer coisa, mas lembre-se de que você terá que arcar com as consequências, construir uma reputação demora, mas para acabar com ela basta um post/comentário “mal pensado”.

Esqueci de algum? Comente! (Só não vale comentário “mal educado”…risos)

Já leu o meu último post? Clique aqui e confira!

Quer se destacar no no LinkedIn? Acesse agora o curso online com um Super Desconto: Clique Aqui!

Gostou do artigo e acha que ele pode ajudar outras pessoas? Então curta, comente e compartilhe com sua rede de amigos!

Receba as atualizações do Blog Viver de Conteúdo em seu e-mail

Alexandre Silva

Alexandre Silva – Formado em Propaganda & Marketing e Pós-graduado pela FGV. Graduando em Direito. Atualmente é Empreendedor Digital e tem um curso sobre LinkedIn na Udemy e publicou 3 (três) livros sobre negócio e marketing digital, além disso exerce a função de diretor de novos negócios na Silva & Ferreira Advogados Associados.

Website: http://alexandresilva.me/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *